Geral

Ser Poeta…

Ser poeta é viver noutro planeta, é ser fantasioso, nebuloso, pasmado, e fazer rimar palavras como quem cria um jogo de sonoridades e de múltiplos sentidos. 

Ser poeta é ser nómada, quase como quem anda perdido, em busca de um verdadeiro sentido para o amor e para a vida, em terra de homens.

Ser poeta é transportar a dor e a alegria, fingindo que se sente. É ver o mundo inteiro, é ser íntegro, mesmo nos momentos mais confusos, é ser como a água e o sal, é ser solidário, amigo, por dentro e por fora, gostar da vida e tocar com a palavra escrita a essência da alma humana.

Alguns,uns mais que outros, elevam-se, não por altivez ou vaidade, mas porque os seus sentidos, de tão sensíveis a tudo o que existe, lhes entregam a incumbência de florir, como se de uma semente, de uma árvore ou de um fruto se tratasse.

Que mistério transporta consigo o poeta para ser alguém assim tão especial?
Se eu ainda fosse criança diria que talvez o poeta faça parte do mundo da magia e, onde toca, tudo transforma.

Deve ser bom ser poeta!

Standard

One thought on “Ser Poeta…

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s