Política, Trabalho

Quais parceiros sociais?

Passos reuniu-se com os parceiros sociais, leu-se por estes dias nos jornais. No segundo parágrafo da notícia, não em todas, lá vem a clarificação do que se passou: reuniu-se com os parceiros sociais que assinaram o acordo de concertação.

Triste conceção do que são os parceiros sociais a de quem governa o país. Reunir com os representantes das estruturas patronais e de uma pequena central sindical e excluir a maior e mais representativa confederação sindical portuguesa de um encontro de tão grande importância é, além de uma deficiente visão do que é a democracia, um insulto a centenas de milhares de trabalhadores que confiam nos sindicatos da CGTP para os representar.

Passos não convidou a CGTP, mas verá os trabalhadores que a Intersindical representa “entrar-lhe pela porta dentro” no próximo dia 29, quando aqueles que não acha dignos de serem recebidos na residência oficial do primeiro ministro vierem para a rua explicar-lhe que, em Portugal, só existe uma verdadeira central sindical.

Anúncios
Standard

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s