Política

Uma República dos Ananases

Armando Vara recebeu do BCP, 822 000 euros, correspondentes ao salário de um ano 260 000 euros, mais o que receberia se cumprisse o mandato 562 000 euros.
Recebeu-os sem mexer uma palha, sentadinho em casa a tirar macacos do nariz. Aliás, pelo que disse numa entrevista a Judite de Sousa quando foi constituído arguido no caso Face Oculta, o essencial do seu trabalho eram almoçaradas e jantaradas em que se decidem créditos e débitos bem comidos e bem regados, ainda por cima pagos por outrem ou pelo banco em que lhe chamavam senhor administrador. Seria um espectáculo inesquecível obter gravações cinematográficas do dia-a-dia do sujeito. Só as das horas de trabalho, nada de violar a privacidade, nem sequer ver os registos das entregas de caixas de robalos.

À sombra da bananeira Armando Vara recebe, por mês, 68 500 euros (822 000/12 meses) o equivalente a: Continuar a ler

Standard