anti-literatura, Geral, ignorância, jihad, José Rodrigues dos Santos, lixo, presunção

Lixo Literário

Caixote lixo

O triunfo dos beócios! A estupidez e a ignorância impantes e em movimento. O primado do lugar comum tanto em história como em filosofia como em literatura. A miséria do raciocínio silogístico em todo o seu esplendor. A insensatez das falácias apresentadas como verdades absolutas. Um carneiro de Panurgo balindo com presunção . Tudo conflui torrencialmente nessa figurinha de papelão que daqui a uns anos não existe. Provavelmente nem para a reciclagem serve. O único préstimo deste “escritor” de pacotilha é poder ser aproveitado nas escolas para se ensinar como não se deve escrever. Para explicar que também há terroristas literários que quanto mais sucesso comercial têm mais se sentem tentados a exibir as suas certezas imbecis, quando a única certeza é que este escrevente vai continuar a sua jihad contra a literatura.

http://ionline.sapo.pt/artigo/511113/jose-rodrigues-dos-santos-como-nao-ha-os-livros-que-gostaria-de-ler-escrevo-os-eu?seccao=Portugal_i

Standard

2 thoughts on “Lixo Literário

  1. Cristina Gomes da Silva diz:

    Concordo com quase tudo. Excepto com a ideia de ensiná-lo mas escolas. É que a educação não deve ser feita pela negativa. ☺ um abraço. CristinaGS

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s