Geral

Bafejado pela sorte

«Giacobo é o deputado que explica o seu enriquecimento súbito pelo facto de ter ganho na lotaria – e outros jogos do tipo organizados pelo banco público Caixa Económica Federal – 12 vezes em duas semanas no ano de 1997. “Pura sorte, pura sorte, juro por Deus, eu sou um cara de muita fé”, justificava-se o deputado em entrevista de 2004 ao jornal Folha de S. Paulo».

No Brasil, sob o pretexto do combate à corrupção, o poder é tomado de assalto por homens de fé.

Aquilo que por lá se passa não é golpe, é golpe de sorte.

Standard

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s