Geral

Retratos…bárbaros

pedinte

Não é um lamento… é a revolta!

Quando o vejo passar, envergonhado, por entre os carros ruidosos, mas parados, num dos  semáforos da cidade, de boné na cabeça e mochila às costas, contendo os poucos bens que possui, com a sombrinha na mão onde se apoia quando, por cansaço, já não sustém o peso do corpo, o António (porque todos temos um nome) espera e desespera, se o ignoram… porque há vidas que não podem esperar pelo amanhã, vivem só o presente, não têm passado nem futuro.

Há outros “retratos” de vidas que, não possuindo a importância e a urgência deste, são vistos e admirados pelos seus (não) feitos e minudências sociais, obtendo a atenção e o aplauso (às vezes a inveja) de muitos.

Incongruências… deste tempo bárbaro.

Standard

One thought on “Retratos…bárbaros

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s