Política

A editorialização fotográfica do “Expresso”

É desnecessário elaborar teoricamente sobre a edição fotográfica dos últimos tempos no Expresso Online. As imagens falam, de facto, por si. Nota-se a vontade permanente de hostilizar, não no texto, mas sim pelas imagens, os protagonistas do novo governo, que surgem, invariavelmente em estranhas poses, com caras ridículas, no que revela uma criteriosa escolha destinada a criar a ideia de que os novos governantes são gente pouco aconselhável. O “Expresso”, por muitos considerado jornal de referência, é, de facto, uma referência, mas sim da arte manipulatória e do frete. Vejam-se as imagens que vão em baixo, recolhidas, ao longo das últimas semanas e compare-se com as que vão no fim e percebe-se melhor a intencionalidade dos editores fotográficos do jornal. E, sobretudo, quem fica sempre bem no retrato. Por que será?

mw-8601

mw-6401

mw-860 (1)

mw-860

mw-640

 

mw-320

mw-320 (6)

mw-320 (4)

mw-320 (10)

Standard

2 thoughts on “A editorialização fotográfica do “Expresso”

    • A boçalidade merece sempre ter visibilidade. Este comentário é um bom exemplo. Quem comenta com LOL e afins prática um debate de ideias ao nível da discussão infantil entre meninos da escola. Publico-o apenas para que fique contentinho.

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s