Setúbal

Pomar em Setúbal

 

Bocage_Julio_Pomar_02Porque o Bocage que vigia lá em cima os autores desta pequena ilha de escrita e escritos é da autoria de Júlio Pomar, aqui fica a notícia divulgada hoje pela Câmara Municipal de Setúbal.

Ensaios de Júlio Pomar sobre Bocage, realizados no âmbito das obras expostas na estação de metro de Lisboa de Alto dos Moinhos, podem ser admirados em Setúbal, na Galeria Municipal do 11, numa exposição patente até 6 de fevereiro.

Treze desenhos, a maioria criada em marcador sobre papel, revelam o processo de análise empreendido pelo artista plástico ao longo do ano em que preparou as obras que viriam a integrar as paredes da estação do metro do Alto do Moinho após a inauguração em 1988.

A maioria dos esquissos patentes na mostra em Setúbal foca a cara do poeta setubalense, retratada sempre com o mesmo tipo de traço, mas com expressões claramente distintas, reveladoras de um profundo estudo de Júlio Pomar da personalidade de Bocage.

“Não cansa porque acaba por não ser sempre a mesma imagem”, refletiu a curadora da mostra, a técnica municipal Francisca Ribeiro, na inauguração, realizada no sábado, ao final da tarde.

O evento é organizado pela Câmara Municipal no âmbito das Comemorações dos 250 Anos do Nascimento de Bocage, a decorrer ao longo de um ano, até ao mês de setembro.

“É também particularmente especial, quando amanhã [domingo, 10 de janeiro] Júlio Pomar completa 90 anos”, sublinhou o vereador da Cultura, Pedro Pina.

O autarca destacou, ainda, que a mostra “deixa Setúbal de parabéns”, não só pelo facto de serem trabalhos de um artista com a dimensão de Júlio Pomar sobre um dos maiores poetas portugueses e nascido em Setúbal, como também porque “uma das obras mais relevantes é da própria coleção do Museu de Setúbal/Convento de Jesus”.

Pedro Pina referia-se a uma imagem em carvão e marcador sobre papel vegetal, de corpo inteiro, de Bocage, e, sem dúvida, uma das mais impactantes da coleção que se encontra em exposição.

A mostra, de entrada livre e intitulada “Bocage, por Júlio Pomar”, inclui, ainda, três esquissos do artista plástico sem ser do poeta. Dois são de um frade e, o outro, de temática burlesca, representando este conjunto textos escritos por Bocage.

A Galeria Municipal do 11, localizada na Avenida Luísa Todi, n.º 5, está aberta ao público de terça a sexta-feira, das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Aos sábados funciona apenas no período da tarde, encerrando aos domingos, segundas-feiras e feriados.

 

Standard

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s