Álvaro Cunhal, Política, PS

Alegre no reino da coerência

 

«Ao passado, mais concretamente às presidenciais de 1986, Alegre foi ainda buscar uma “lição para reflexão”: “Queria citar o exemplo de Álvaro Cunhal, com quem tivemos grandes divergências ideológicas. Mas ele nunca se esqueceu que há uma fronteira entre esquerda e direita. Teve a lucidez e a coragem política de convocar um congresso extraordinário para lançar a palavra de ordem: contra a candidatura da direita, vota Soares”».

Não foi este Alegre que nas Presidenciais de 2006, certamente em nome da unidade do seu PS, concorreu como candidato indpendente contra Soares, apoiado pelo PS?

Advertisements
Standard

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s