Geral, Internacional

Ucrânia: Vem aí uma grande guerra?

http://www.dailymail.co.uk/news/article-2677613/American-military-advisers-masterminding-Ukraines-surge-against-pro-Russian-separatists-bid-expand-Nato-east.html

Pode o conflito ucraniano arrastar a Europa para uma guerra? A pergunta está a deixar de ser retórica. Assiste-se a um crescendo assustador – centenas de milhar de pessoas deslocadas, operações militares em larga escala com destruição de vidas e bens, o dramático abate de um avião civil e agora uma escalada internacional de sanções e contra-sanções. E um horizonte onde pode caber um enfrentamento entre a Ucrânia, a OTAN e a Rússia. Pede-se bom senso!

Recapitulemos.

A mudança de regime na Ucrânia, forçada a partir das ruas de Kiev em Fevereiro, instalou no poder novos protagonistas, particularmente anti-Rússia. O frágil equilíbrio géo-estratégico de um país tão historicamente ligado à Rússia ficou em perigo, com os novos governantes ucranianos a alimentarem um ambiente desconfiança face à Rússia, que rapidamente gerou respostas do lado russo.

O risco acentuou-se com a secessão do território russófono da Crimeia e a sua adesão à Federação Russa. Os episódios de desconfiança sucederam-se e ampliaram-se a ponto de degenerarem numa guerra de secessão em algumas regiões do leste do país (Donbass), cada vez mais mortífera e sem fim à vista. Ucranianos russofonos do leste, com o apoio mais ou menos explícito do governo de Moscovo, responderam assim ao novo poder de Kiev.

Em rota de colisão

E dois países irmãos, ou com uma longa história comum, Federação Russa e a Ucrânia, entraram numa perigosíssima rota de colisão em que vários limites foram já ultrapassados. Com recurso a “obuses” comerciais e financeiros cada vez mais “pesados”, num processo iniciado com a guerra do gás (preços, dividas, desvios, etc.) e agora com uma escalada de sanções e contra-sanções que envolve um numeroso grupo de países e que certamente se refletirá nas respetivas economias.

É desde o início da crise ucraniana claro que o principal objetivo do bloco EUA/OTAN, com a UE de arrasto, é retirar a Ucrânia da área de influência russa e dos seus planos de uma comunidade euro-asiática. Processo que encontra agora na secessão do leste ucraniano um momento decisivo mas de alto risco para todas as partes.

A solução que porventura mais interessaria à Rússia seria a de federalização das regiões russófonas do leste no âmbito da Ucrânia, mas com uma ampla autonomia face a Kiev. Também poderia ser uma solução aceitável para o governo ucraniano. Só que, com o agravar do conflito e o extremar de posições, esta solução parece estar a ficar cada vez mais distante.

A OTAN tem tornado públicos sinais de apoio ao governo ucraniano, que são mais um forte estímulo à subida de temperatura do conflito. E que podem facilmente tornar o país (e não só) no palco de uma guerra bem mais abrangente, com intervenção direta da Federação Russa. E que fará então a NATO? Enviará as suas tropas para o terreno? Enviará a aviação e os misseis contra “alvos seletivos” russos? Ou ficará paralisada enredada nas contradições entre os seus membros, como já se viu no conflito da Ossétia do Sul (Georgia) em 2008.

A Ucrânia não é membro de OTAN, apesar de todas as declarações de simpatia pelos novos governantes ucranianos. Estará a OTAN a “esticar a corda” com a Rússia, empurrando a Ucrânia para a opção militar e inviabilizando uma solução negociada? Loucos são aqueles que anseiam por ver iniciada uma guerra com Rússia.

Advertisements
Standard

One thought on “Ucrânia: Vem aí uma grande guerra?

  1. Pingback: Ucrânia: Vem aí uma grande guerra? | O Retiro do Sossego

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s