Geral, Política

O Governo entrou na fase Isaltino

wanted-dead-or-alive3

O governo, tudo bons rapazes, entrou na fase Isaltino da governança. Passos Coelho, Paulo Portas e seus sequazes multiplicam-se em justificações para as últimas manobras de dilação do governo. Dizem que “o governo não pode estar num permanente sobressalto constitucional”. Dizem com o sorriso e a candura canalha dos bandidos, que vivem num permanente sobressalto legal. Vai daí decidiram decalcar o método Isaltino. Pedir aclarações sobre aclarações, ainda vamos na primeira, para adiar o que acabará por ser impossível adiar. Sai esta perola de espertalhice oeirense: “na análise do acórdão e dos seus fundamentos foi detetado um conjunto de questões de ambiguidade ou obscuridade para cujo esclarecimento é ainda e também competente o TC”.

O Tribunal Constitucional devia-os mandar à fava. Que lessem a Constituição. Ao fim de tantas normas inconstitucionais agora lembram-se dessa habilidade pacóvia. Ou são definitivamente incompetentes ou são uns obstinados fora da lei. São as duas coisas juntas. Gente fabricada pelo doutor Frankenstein Junior. Se o Mel Brooks os conhecesse o filme ainda seria mais refinado.

Há ainda outro aspecto que convém referir. Esta gajada andou às nossas cavalitas, com o beneplácito da troika (afinal estavam cá ? não se tinham ido embora no dia 17? Grandes farsantes uns e outros!!!) uma folga financeira da ordem dos 13 mil milhões de euros!

Quer isto dizer que o chumbo do Tribunal Constitucional, orçado em 600 milhões de euros,é mais ou menos 4,5% dos 13 mil milhões de euros, não obriga a nenhuma subida de impostos. Mas há mais. Como o Tribunal Constitucional, o malfadado TC afinal não tão mau para o governo como o querem pintar, decretou que desse valor  há que deduzir as prestações a mais pagas para o IRS e para a Segurança Social, os 600 milhões de euros reduzem-se a cerca de 540 milhões de euros, mais milhão menos milhão. Como quem vai receber mais também vai pagar mais IRS e mais para a Segurança Social, o “buraco” de 600 milhões fica nuns 500 milhões. Para quem tem guardado no colchão, onde o governo obscenamente faz as suas orgias contra os portugueses e a Constituição, 13 mil milhões de euros, não se percebe tanto ganido !!!  Muito menos a necessidade de aumentar impostos ou introduzir aumentos de taxas.

Onde vão ser utilizados esses 13 mil milhões de euros ?  O que se conhece são dotações provisionais que ninguém sabe para que são e para que servem, que ninguém sabe como vão ser utilizadas.

Ou melhor percebe-se, são 13 mil milhões para mentir e “comprar” votos!

Gente desta laia nem no faroeste, quando a lei estava no cano da pistola! O presidente da república continua cego, surdo e mudo! Isto só não é uma república das bananas porque estamos na Europa e somos membros da CEE. É uma república dos ananazes que sempre é um fruto um pouco mais luxuoso.

 

Standard

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s