Geral

Interrogações

Isto já não é vida… é tormento.

Porque é que deixámos chegar as coisas a este ponto?

Porque é que a maioria da população não se indigna, não protesta com veemência?

De onde vem a nossa anestesia, o nosso silêncio tétrico? (Só os silêncios “belos” são aceitáveis. Alguns dos mais belos silêncios aconteceram em alguns concertos de música em que participei, em filmes ou em peças de teatro a que assisti, em livros que li… – como se de uma cerimónia mágica se tratasse – e que foram capazes de surpreender e de encantar o corpo e a “alma”… completamente.)

De onde vem esta complacência, alguma cobardia até, enquanto povo, perante actos e políticas que oprimem e fazem perigar a nossa democracia?

Existe qualquer coisa de patético em todo este silêncio.

Não podemos continuar a viver em becos assombrados ou em ruas estreitas e sombrias… suportando tudo.

Por mim… basta!

Standard

One thought on “Interrogações

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s