Costumes, economia, Geral, justiça, Política

PROMISCUIDADES

Image

Para se entreterem e se indignarem.

Este jogo já anda há algum tempo na “net”. Traça as ligações entre os grupos económicos e os políticos, recompensados pelo trabalho que fizeram enquanto membros do aparelho de Estado. De ministros a parlamentares, de assessores a administradores, directores nas empresas públicas, reguladores, etecetera,  enquanto não foram ou que ainda não foram privatizadas. Jogando percebe.se melhor as promiscuidades que  ao longo dos anos, correlegionários do PS, PSD e CDS teceram fazendo da política trampolim para se instalarem bem na vida,  vidinha. Nem todos foram tão sôfregos como os que agora estão  nas bocas do mundo, espreguiçando-se à sombra da lenta justiça, casos do BPN, BPP ou Face Oculta. Nem por isso menos eficazes no proveito próprio.

Esses partidos estão cada vez mais próximos e cada vez mais esvaziados de ideologia. fazem a apologia da democracia às boca cheia quanto mais a realidade partidária corresponde cada vez menos ao ideal democrático. Partidos que reduzem a sua acção na caça ao voto. É ver as promessas eleitorais e compará-las com as práticas governativas. Não são instrumentos ao serviço dos seus eleitores. São braços do aparelho de Estado onde representam interesses económicos que lhes dão apoio variável. São organizações eleitorais que medem a sua representatividade pelos resultados da competição eleitoral. Neste jogo, que o seu autor chamou Um Ecossistema Político-Empresarial / Portugal 1975-2013, vê-se a enorme e despudorada promiscuidade entre os políticos desses partidos e os grupos económicos.

Joguem, entretenham-se a perseguir essas baratas nada tontas.

SOBRETUDO INDIGNEM-SE!!!

DIA 1 DE FEVEREIRO LÁ ESTAREMOS EM MAIS UMA JORNADA DE DESBARATIZAÇÃO!

Standard

2 thoughts on “PROMISCUIDADES

  1. pgl diz:

    A relação entre esta classe de parasitas e as que conhecemos em biologia ou ciências da natureza será uma mera coincidência. De qualquer forma, será util estudar bem o fenómeno de parasitismo para ajudar a perceber o problema e a descobrir o melhor remédio para a epidemia.
    Deixo este documento de INTRODUÇÃO À PARASITOLOGIA que ajudará nesse estudo: http://www.fernandosantiago.com.br/fic_papo.pdf

    Gostar

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s