Política

Tresanda a cretino

Alberto Gonçalves, com lugar cativo nas páginas do DN, lá vai continuando a confundir os seus desejos com realidade.

Reconheça-se que a cretinice levada a este extremo merece ser lida e até aplaudida: 

«Proibidos de desfilar a pé, os fiéis do sindicalismo conseguiram que umas dúzias de autocarros percorressem o tabuleiro devagarinho. À saída, em Alcântara, as notícias da “concentração” falam em “milhares de pessoas”, maneira genérica e simpática de descrever o que, à hora a que escrevo, tresanda a fracasso.

No Porto, onde as previsões arriscavam 30 mil manifestantes e não houve a divertida desculpa da chuva, “fracasso” tresanda a eufemismo: a TSF contou “centenas” de indignados. A “capacidade de mobilização” da CGTP só impressiona por comparação com a do microscópico Movimento Que Se Lixe a Troika, que normalmente mobiliza com dificuldade a quantidade de elementos de uma equipa de râguebi (sem suplentes). Ou por comparação com os poderes místicos que comentadores de diversa índole lhe atribuem».

cgpt porto1

 

cgtp porto

cgtp lxcgtp lx2cgtp lx3

Standard

One thought on “Tresanda a cretino

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s