Geral, Internacional, Política, saúde, Setúbal

Dispersos de Domingo

universidade_coimbraCoimbra

A Universidade de Coimbra, a Alta e a Sofia foram considerados Património Mundial pela Unesco. Congratulo-me com tal decisão, sobretudo, pela razão fundamental invocada: o valor universal da cultura e da língua portuguesas.

É importante sublinhar estes aspectos face a um governo que tudo tem feito para destruir a cultura em Portugal, que vende patromónio sem olhar à memória que guarda, património deixado ao deus-dará por esse país fora.

Um Governo disposto a deixar morrer a Cinemateca e tantos outros locais de cultura com anos de trabalho e de projecção cultural.

Será caso para indagar ao Governo como está a Biblioteca Joanina, joia da Universidade de Coimbra: em risco de degradação progressivo que deveria envergonhar governantes actuais e passados, ministros da cultura actual e passados.

A organização não-governamental World Monuments Fund inscreveu na sua lista a Biblioteca Joanina, entre outros locais como “ um testamento insubstituível para a inspiração humana e para a diversidade de culturas em todo o mundo”, apontando-a também como em risco de degradação.

Dia Mundial da Saúde Mental

Os jornais dizem que Portugal está entre os países europeus com mais doenças mentais. Já se sabia isto como também que a política troikana iria aumentar a taxa dessas mesmas doenças. Dizem também que há equipas de enfermeiros a prestar apoio domiciliário aos doentes. Não sei onde se está a passar isso, mas no concelho Setúbal não ouvi nada referente a essa actividade. E onde andou uma tal Comissão criada há mais de um ano que tinha por objectivo tomar medidas para a diminuição destas doenças?

Os jornais não dizem que os doentes do foro psiquiátrico que têm a infelicidade de entrar no Serviço de Urgência do Hospital S. Bernardo depois das 20 horas de sexta-feira ficam até às 9 horas de segunda-feira sem qualquer tratamento especializado praticado por psiquiatra. Este é um dos resultados daquilo que eufemisticamente o governo e ministro da saúde chamam de reorganização das urgências da Península de Setúbal.

 Doentes sem atendimento adequado, deitados numa cama num corredor, em sofrimento psicológico, descompensados da doença psiquiátrica que os levou a procurarem alívio na urgência e, por ventura, perturbando todo o ambiente e outros doentes que ali tenham acorrido.

O Serviço Nacional de Saúde está a ser desmantelado fria e calculadamente. A par disso, assistimos à preparação da entrada em bolsa de valores da Espirito Santo Saúde. Quem disse que a saúde era o negócio mais rentável depois do das armas?

Como se atrevem a vir-nos mentir constantemente sobre a sustentabilidade do SNS?

Tribunal Penal Internacional

Desmond Tutu denunciou a manobra que está a ser feita por alguns líderes de países africanos para saírem da alçada do Tribunal Penal Internacional (TPI) sediado em Haia. Os “dois” faróis de tal decisão são os presidentes do Sudão e do Quénia, que já deveriam ter sido julgados por aquele Tribunal pelo crimes, pelo terror que já infligiram nos seus países. Contudo, ficariam muito mais à vontade se conseguissem abandonar o TPI.

De que terão medo?

Paulo Macedo

A Anedota do Dia

Paulo Macedo, ministro da Saúde, revela que está a ser preparado um novo plano para combater a toxicodependência.”O que nós temos que ver – é para isso que temos um plano – é como temos de atacar [a toxicodependência] nas diversas vertentes”, afirmou, mentindo, Paulo Macedo, sem avançar qualquer medida concreta do referido plano de combate à toxicodependência.

Contudo, sabe-se muito bem que a recessão está a provocar um crescente maior abuso de drogas e um regresso à heroína, que consegue aliviar mais o sofrimento psicológico do que muitas outras, embora com efeitos secundários desastrosos. Este facto era previsível. Há três anos, os consumos estavam a estabilizar e o da heroína tinha mesmo diminuído.

Será que vamos ter dentro do Governo um Ministro, o da Saúde, a clamar ao seu 1º e chefe que pare com todas as medidas troikanas e ponha em prática uma política patriótica e de esquerda? Uma política eficaz contra o aumento da toxicodependência que passa por diminuir o desemprego, criar condições para rapidamente aumentarmos a produção nacional, renegociar a divida em números, prazos e juros e só pagar a legitima e não a contraída pela banca privada, lançar os impostos à Banca, às transacções efectuadas na bolsa e mais algumas medidas de fundo que permitam, de facto gerar riqueza e trabalho? Será este o seu plano ou…

 PS e Salário Mínimo Nacional

Sabemos que os projectos de resolução apresentados pelo PCP e pelo BE para o aumento imediato do Salário Mínimo Nacional para 515 euros foram chumbados com os votos contra do PSD e CDS-PP. Não espantou ninguém que eles não estão ali para defender os interesses dos trabalhadores (era o que mais faltava, pois então). O PS, nesta altura do “campeonato”, não teve alternativa senão votar favoravelmente, mas foi dizendo que a revisão do Salário Mínimo é competência da Concertação Social.

Deixo à vossa consideração esta notícia:

Horta, 13 jul (Lusa) – O Parlamento dos Açores aprovou esta madrugada uma ante-proposta de lei do PS, a enviar à Assembleia da República, que prevê um aumento do salário mínimo nacional de 485 para 500 euros mensais.A proposta socialista foi apresentada como uma iniciativa de “relevância social” e um “contributo para a economia”, etc….

Ler mais: http://visao.sapo.pt/parlamento-acoriano-aprova-ante-proposta-para-aumento-do-salario-minimo-nacional=f740540#ixzz2hXBaxLSX

Porque será que o PS endossa a sua responsabilidade agora para a Concer-tação Social, com a ainda demagógica interrogação de quem sabe se aquela não quer uma subida maior do que os 515 euros para o Salário Mínimo Nacional?

Ai, Seguro, Seguro quão pouco o estás mais o teu partido que tem um militante e dirigente nacional que se afirmou estas duas coisas e ao mesmo tempo independente e foi dizendo também que era socioliberal, sendo até honesto (julgo) neste seu enquadramento político.

Anúncios
Standard

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s