Geral, Setúbal

Ideias Luminosas

transferir

Da noite para o dia nasceu, em Setúbal, um conjunto de novas ciclovias que pretendem satisfazer um sonho antigo de muitos dos frequentes utilizadores da bicicleta.

O segredo (face às dificuldades económicas, que se conhecem, e que foi necessário ultrapassar) estava bem guardado. A todo o comprimento da via rodoviária pintou-se umas faixas (faixas cicláveis), a tracejado… et voilá!

Agora… não há que esperar. É pegar na bicicleta e pedalar, pedalar nas modernas ciclovias, boas e seguras… talvez com uma única excepção (não há bela sem senão). Ela está ou não vedada às crianças? É que a sinalização horizontal não é clara e o desejável é que ninguém fique com dúvidas.

A execução da obra e o seu traçado foi de difícil concepção. No entanto, estas melhorias em muito irão contribuir para o incremento de uma cidade mais sustentável e mais amiga do ambiente, para o fomento da prática desportiva, da mobilidade, além de criar novas possibilidades, no plano económico, para o desenvolvimento do sector do turismo (o cicloturismo), com ganhos evidentes para a cidade e para os setubalenses.

Só as más-línguas é que não gostam nem compreendem a utilidade desta infra – estrutura.

A verdade é que não se pode agradar a todos, como sabemos.

Quanto ao mais, tudo certo. Fazem falta mais ideias luminosas, como esta, para modernizar a cidade.

Anúncios
Standard

4 thoughts on “Ideias Luminosas

  1. Catarina diz:

    Esta é sem dúvida a melhor opção para tornar ciclável uma cidade, por todas as razões acima apontadas pelo João Afonso Luz. Afirmo-o na condição de ciclista “urbana” em Lisboa e com experiência de ciclista em várias outras cidades como turista ocasional.
    A maioria das ciclovias recentemente criadas em Lisboa são um disparate. Ocupam áreas pedonais que, por oferecerem um pavimento mais regular que a calçada portuguesa (e nalgumas horas do dia a parte mais sombreada do passeio disponível) são usadas pelos peões, com particular destaque para peões que usam carrinhos de bébe; canadianas; saltos altos; etc… criando assim um risco de segurança acrescido para ciclistas e para peões.

    Gostar

  2. Caro Rui, pena é que muitos desvalorizem a solução por motivos meramente eleitorais.
    Em Setúbal, a solução encontrada permite não ocupar espaços pedonais, serem facilmente corrigidos eventuais erros e salvaguardar um canal de circulação prioritária para bicicletas.
    Uma coisa tenho certeza, muitos dos que se colocam contra esta solução nem devem saber andar de bicicleta e se sabem há muito que nelas não se deslocam pelas ruas da cidade.
    O próximo passo deveria ser alargar as faixas cicláveis ao resto da cidade e criar espaços seguros e ordenados para o estacionamento das bicicletas.

    Gostar

  3. Fernando diz:

    ” et voilá! agora (…) é (…) pedalar, pedalar nas modernas ciclovias, boas e seguras…”
    Já tenho visto os mais rasgados e nada facciosos elogios a toda e qualquer iniciativa da muito querida Câmara, mas este não é um elogio a uma ideia luminosa, é mesmo uma alucinação…

    Gostar

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s