Geral

Mentiras Todos os Dias

Gepeto lava Pinóquio /  Paula Rego, 1988

Gepeto lava Pinóquio/ Paula Rego , 1988

“Já ouvi o primeiro-ministro (José Sócrates) dizer, infelizmente, que o PSD quer acabar com muitas coisas e também com o 13.o mês, mas nós nunca falámos disso e isso é um disparate.”

Faz hoje exactamente dois anos que no 1 de Abril Pedro Passos Coelho, questionado pelos estudantes de uma escola de Vila Franca de Xira respondeu desta forma peremptória. Estava à beira do seu partido ganhar as eleições e de ser eleito primeiro-ministro.

A partir daí as mentiras fazem auto-estrada. Ele e os membros do seu governo mentem todos os dias com todos os dentes, os verdadeiros e as próteses, que têm na boca.

Não estão sozinhos, nem são pioneiros! A sua auto-estrada é paralela às que foram construídas por governos anteriores. Os chamados partidos do arco do governo mentiram sempre e descaradamente e não só em campanha eleitoral. Todos os dias são dia das mentiras em Portugal, para esses políticos que contam, sabem, que mentir acaba por dar dividendos, votos. Vão continuar a mentir. Já nem têm vergonha.

A mentira, na melhor das hipóteses as meias-verdades, tornou-se numa instituição. É extraordinário, deveria ser extraordinário, como se perdeu por inteiro a honra, a dignidade. Os políticos sabem que estão a enganar. Os comentadores políticos sabem que estão a mistificar obedecendo ao pensamento único. Os meios de comunicação social, estipendiados directa ou indirectamente, são centrais de desinformação que servem interesses espúrios. O que deveria ser regra é excepção. A safadeza é de tal ordem que mesmo com a verdade nos enganam.

Vivemos tempos malsãos nesta sociedade sem princípios nem dignidade. Uma sociedade de simulações e de simulacros. Está no seu código genético.

Giorgio Agamben traça um retrato apocalíptico da política. ” A política contemporânea, é uma experiência devastadora que desarticula e esvazia do seu sentido instituições e crenças, ideologias e religiões, identidades e comunidades, em todo o planeta, para se reproduzir definitivamente contaminada pela nulidade”.

Uma visão crítica e veraz dos ventos da história que percorrem o mundo. Lutemos militantemente contra ela. A política não é a mesma merda e as moscas não são todas iguais. Os políticos não são todos iguais. As políticas não são todas iguais.

A luta vai ser dura. Não podemos desistir até que Dias das Mentiras seja só um, o dia 1 de Abril.

Advertisements
Standard

One thought on “Mentiras Todos os Dias

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s