Cultura, Internacional, urbanismo

Niemeyer criticado por Raquel Varela!

niemeyerNão sou arquiteto nem conheço – no verdadeiro sentido do termo – a obra de Niemeyer.

Ou seja, para além dos três ou quatro edifícios de sua autoria que tive a oportunidade de ver, entre eles o Pestana Casino Park, na cidade do Funchal, um bom edifício projetado em 1966, tudo o restante é feito de conhecimento por texto ou imagem.

Mas, de uma coisa estou seguro, Óscar Niemeyer, arquiteto, ou designer de logótipos de cimento como agora alguns pretendem, não foi um planeador urbanista ou, num sentido mais objetivo, um construtor de cidade. Muito menos promotor imobiliário.

Aliás, desde logo em Brasília, onde o arquiteto tem 50 edificações institucionais que mais parecem esculturas nas suas formas curvas e retas, é necessário perceber que quem planeou a cidade foi Lúcio Costa.

“Não é o ângulo reto que me atrai. Nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual. A curva que encontro nas montanhas do meu País, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, nas nuvens do céu, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o Universo – o Universo curvo de Einstein”, disse o autor.

Sim, de fato, Niemeyer, devido às formas dos seus edifícios, teve que recorrer preponderantemente ao betão armado. E depois? Será justo e sério dizer-se, como o faz Raquel Varela aqui https://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1085430783&fref=ts , que Niemeyer “foi apenas um betonador notório que produziu uma cidade invivível e incorporou todas as distorções e flagelos que o capitalismo industrial infligiu sobre os nossos modos de habitar e construi”? Não me parece. Além de que, no plano científico, é uma falsa afirmação.

Se quiser eu digo-lhe quem, como e porquê deu origem e perpetuou o “flagelo do betão, do zoning e dos subúrbios”. De certeza, não foram arquitetos, nas suas funções profissionais, que o determinaram, porque, como dizia o brasileiro aqui analisado “Mais importante do que a Arquitetura é estar ligado ao mundo. É ter solidariedade com os mais fracos, revoltar-se contra a injustiça, indignar-se contra a miséria. O resto é o inesperado; é ser levado pela vida”.

E, depois, sabe, o betão não tem culpa nenhuma, assim como a não tiveram as pedras dos castelos, catedrais ou das casas dos povos do norte português, os bambus das construções lacustres e dos andaimes de Hong-Kong, ou, ainda, o vidro e aço de Nova Iorque e do Dubai.

Pelo pouco que conheço de Niemeyer e da sua longa história parece-me que, sobre ele e sua obra, se poderá dizer muita coisa, mas, que se “disfarçou de comunista ou de esquerda para desenhar o crescimento suburbano exponencial do capitalismo”, é não apenas delirante, mas quase difamatório.

Pelo menos até prova em contrário.

Anúncios
Standard

4 thoughts on “Niemeyer criticado por Raquel Varela!

  1. André Amador diz:

    Só quem não conheçe o percurso da Sra. Doutora poderá apanhar surpresas:

    – Membro do Movimento Ruptura/FER, em Coimbra enquanto estudava no final da década de 90.

    – Com o seu movimento, participou na Fundação do Bloco de Esquerda, de onde há uns meses atrás sairam por divergências, está integrada no Movimento de Alternativa Socialista (MAS).

    Não é de hoje, nem de ontem mas de há uns bons anos que a Sra Doutora é anti-comunista, mais precisamente anti-PCP.

    Aqui está o seu curriculo académico: http://ihc.fcsh.unl.pt/pt/ihc/investigadores/item/1242-rcvarela

    Espero que quem não a conheça, pelo menos fique com uma ideia!

    Gostar

  2. nuno bento diz:

    A ignorância é, como sempre foi, atrevida.
    Há alguns trabalhos cientificos que demostram que o regime socialista é o mais adequado para fomentar a coesão social (Carlo Aimonino), ou seja, que o sistema neoliberal não protege as pessoas, como comunidade.
    Contudo, falar que arquitectos do movimento moderno (sua maioria sensíveis à causa social ou socialista, basta ver os subscritores da carta de atenas 1933, ou o apelo de picasso), aderiram ao comunismo para ter trabalho, é simplesmente um sinal de absoluta ignorância…que vou registar associado ao nome de raquel varela, no mais extremo que já vi na vida. nvb

    Gostar

  3. J. Boaventura diz:

    Perdoem-me… mas quem é esta Raquel Varela!!! É que Oscar Neimeyer eu conheço e é conhecido em todo o mundo, uma referencia na arquitectura moderna e o ultimo dos grandes mestres arquitectos do modernismo… Raquel Varela não conheço!!!

    Gostar

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s