Política, saúde

A DEVASSA

O Ministério da Saúde soma e segue nos actos de absoluto desprezo pelos cidadãos portugueses.

A devassa de dados que deveriam ser confidenciais já circulam na Net e para aceder aos mesmos nem é preciso ser perito no assunto.

Outra vergonha a manchar este Governo! O Estado que deveria ser o guardião da confidencialidade dos dados referentes aos portugueses, fornece-os livremente na Net.

Foram muitos os médicos que chamaram a atenção para a necessidade de serem protegidos os dados que ficariam registados nas prescrições medicamentosas e exames complementares de diagnóstico electrónicos. O Ministro fez orelhas moucas a isso. A incompetência deste Sr. Ministro está a ser tal que ainda acaba num guiness de qualquer coisa.

Centro Hospitalar de Setúbal

Sr. Ministro, se fosse o responsável máximo de uma qualquer corporação – grande empresa –  e a mesma tivesse uma filial sem um Conselho de Administração nomeado durante 10 meses seguidos, como reagiria? O que lhe aconteceria? Como seria classificado pelos que lhe pagassem? Pois é isso mesmo. Incompetência, desleixo, incúria, má gestão.

Pois bem. O Centro Hospitalar de Setúbal está há 10 meses a ser administrado e gerido por um Conselho de Administração demitido, mas em gestão corrente. Portanto, impossibilitado de definir políticas e estratégias de acção. Também não tem desde há muitos meses um Director Clínico em funções, devido à reforma da anterior Directora Clínica.

Esta situação tem causado muitas perplexidades e dificuldades como se poderá compreendera todos os que trabalham na Instituição.

Não vou dizer que está sem rei nem roque, pois o referido conselho tem procurado segurar as pontas como vai podendo, mas é escandalosa a situação.

Sr. Primeiro-ministro onde anda? Também não sabe de nada?

As tentativas de centralizar muitos serviços em Lisboa continua, diminuindo a oferta na Península.

Não é só o Serviço de Oncologia do Hospital do Barreiro que está em perigo. Existem muitos outros! Aqui mesmo à nossa porta!

De resto, o comunicado dos órgãos da Ordem dos Médicos do Distrito de Setúbal foi muito claro e põe a nú as graves situações que se irão gerar se forem para a frente os desígnios do governo em matéria de política de saúde para a península.

Só temos razões e grandes razões para irmos amanhã para a rua exigir:

Fora com as troikas e mais os seus roubos!

Standard

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s