Política

Apagar fogos a 1,70 euros à hora

Como sempre, os incêndios alastram livremente em territórios bravios, em que ninguém põs mão durante décadas, em que o Estado e muitos proprietários deixaram crescer livremente pasto fácil para as chamas e, perante a dimensão que as coisas alcançaram, culpa-se quem está mais à mão: os bombeiros.

Ora é a falta de coordenação, ora é a falta de meios ou meios mal distribuídos. Depois, vem um popular com o microfone e a câmara prontas a disparar e não resiste a fazer mais acusações aos bombeiros, os únicos que, nesta história, não têm culpa nenhuma de que as serras e vales ardam à velocidade do som.

Os governantes assistem o mais silenciosamente possível, não vá alguém lembrar-se de lhes apontar os erros e omissões de que são culpados ao longo de décadas de incúria na gestão das zonas florestais. Ainda hoje se lia no jornal “Público” que 174 milhões de euros de fundos comunitários do PRODER para a gestão de zonas florestais ficaram por atribuir por “excesso de burocracia” e acabaram desviados para projetos agrícolas. Porém, como sempre, são os bombeiros os culpados de que a floresta arda infernalmente, qual rastilho ateado por mão habilidosa.

Como sempre, quem vai para a frente das chamas, os que seguram na mangueira e os que os comandam, é que se descoordenam, não sabem por onde andam, não conhecem o terreno, não têm formação…

Ninguém, nestas alturas, se lembra de que talvez possa haver escassez de meios porque o Estado paga aos bombeiros que integram as equipas dos Dispositivos Especiais de Combate a Incêndios Florestais, que funcionam, todos os anos, por esta altura, tão só a irrisória quantia de 1,70 euros por hora, com a agravante de, aos bombeiros que fazem parte dos quadros de pessoal de uma associação humanitária de bombeiros voluntários os obrigar ainda a pagar IRS sobre esta quantia, o que já não acontece aos que são apenas voluntários, mas não integram os quadros da associação.

Um euro e setenta à hora, menos o IRS, é quanto andam a ganhar muitos dos bombeiros que andam a arriscar a vida em Tavira e na Madeira. Mas os descoordenados são eles…

O Estado português não tem exército de bombeiros, mas continua a dar-se ao luxo de maltratar as associações humanitárias que, sabe-se lá como, ainda vão conseguindo enviar para o terreno centenas de bombeiros a ganhar esta miséria e outros, porque assim o desejam, sem ganharem nada.

Este é o Estado que tem uma superestrutura chamada Autoridade Nacional de Proteção Civil, que consome milhões do orçamento, mas que não encontra meios para financiar, numa base adequada, os bombeiros voluntários do país. Não vale a pena fazer a confusão habitual de que, se são voluntários, então que trabalhem sem receber. É que as viaturas, os fardamentos, os equipamentos de proteção individual não são voluntários e têm de se pagar, e bem. E o gasóleo para as viaturas que vão apagar os fogos também se paga, já que o Estado, através da ANPC, paga 80 cêntimos por litro de gasóleo, mesmo que se saiba que o combustível está a quase um euro e meio por litro.

E queixam-se de descoordenação?

Este é o Estado que, com uma mão, impõe limites absurdos ao transporte não urgente de doentes, impedindo muitas pessoas sem recursos financeiros de se deslocarem aos hospitais para tratamentos, e com a mesma mão reduz a mais importante fonte de receita das associações de bombeiros voluntários que fazem esse transporte, retirando-lhes os meios com que contavam para pagar aos bombeiros que vão apagar os fogos.

Dizem agora que não há meios suficientes para combater o fogo. Claro que não, e menos haverá ainda no futuro com a acelerada descapitalização que está a ser imposta às associações de bombeiros por via da redução das receitas com os transportes de doentes.

A irresponsabilidade deste Governo Coelho/Portas não tem limites. Está á vista em Tavira e na Madeira.

Advertisements
Standard

One thought on “Apagar fogos a 1,70 euros à hora

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s