autarquias, Política, Setúbal

PSD desfocado

O PSD anda, de forma geral, desfocado da realidade e das necessidades mais básicas dos portugueses. Confunde, frequentemente, gente remediada com gente abastada e, por isso, comete a proeza de defender, a propósito de todas as medidas de austeridade, que quem ganha mais de seiscentos euros pode pagar seja o que for.

A desfocagem da realidade é uma constante e estende-se aos dirigentes locais, responsáveis, nos últimos dias, por declarações que evidenciam que o mundo, visto pelos seus olhos, é algo completamente diferente do que realmente é.

Primeiro foi o dirigente distrital Bruno Vitorino que acusou a Câmara Municipal do Barreiro de ter uma estratégia “errada e penalizadora” pois estaria a funcionar como “arma de arremesso contra o Governo”. O social-democrata, citado neste jornal, lamenta que a autarquia não mantenha uma postura “saudável e institucional” e que esteja a ser feita uma campanha de “desinformação e intoxicação” contra o Governo.

Se deixarmos de lado o mofo salazarista que exala desta argumentação, o que verdadeiramente impressiona é o nível básico do discurso de quem, pelos vistos, não percebe que a democracia se baseia nas diferenças políticas e ideológicas de quem exerce a cada momento o poder e tem o dever de interpretar os sentimentos daqueles que os elegeram. Coisas básicas, portanto…

Vitorino, que já foi vereador a meio tempo com pelouros num Barreiro dirigido por comunistas, só descobriu agora que o “PCP tomou conta da Câmara”.

A desfocagem é absoluta.

O líder distrital não percebe que as autarquias que não são do seu partido possam ter visões diferentes e nivela por baixo o discurso.

Paulo Calado, dirigente concelhio do PSD de Setúbal e agora recandidato ao cargo, apanha a embalagem do líder distrital e alinha na mesma argumentação básica e desfocada. Calado defende que “Setúbal precisa de novas ideias, de uma voz forte, de presença inequívoca junto das esferas de influência, de pensar positivo e de esperança”. Mais uma vez, o mofo sobe ao nariz. Calado, que andou anos a pensar negativo com o PS no Governo, descobre agora o lado positivo da vida e dá-nos a entender que pode ser ele a nossa “presença inequívoca junto das esferas de influência”… Ou seja, é a aplicação local da velha máxima de outros tempos de que, quem está com o poder mama, quem não está, chucha no dedo.

Calado vai mais longe e garante que “PSD sente um enorme descontentamento com o que se passa na cidade e no concelho”. Setúbal, acrescenta, “tem perdido a influência e não tem sabido projetar-se para o futuro, por falta de uma visão global e por ausência de projeto”. Paulo Calado fez tais afirmações poucos dias antes de se concretizar o lançamento da primeira pedra de um investimento da Decathlon em Setúbal, que vai criar 920 postos de trabalho diretos  e indiretos, graças, naturalmente, à vontade da empresa, mas também às condições que a autarquia criou para o investimento. E este é apenas um exemplo num concelho em que a Câmara Municipal tem em curso obras próprias no valor de mais de 50 milhões de euros.

Estranhamente, o dirigente do PSD não se pronuncia sobre a “falta de visão global” de um Governo que dá orientações à CP para acabar com os Intercidades em Setúbal e com o serviço regional para Tunes, transformando uma estação cuja remodelação custou mais de 14 milhões de euros num mero apeadeiro da Fertagus.

Disso sim, gostaria de ver o dirigente do PSD falar. Nessas coisas é que se joga a influência e a projeção do concelho no futuro.Mas aí, Calado cala-se…

(que me perdoe o trocadilho…)

Texto publicado no Diário da Região em 20 de Dezembro de 2011

Standard

One thought on “PSD desfocado

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s