Cultura

Setúbal regressa ao “Charlot”

Pormenor de decoração interior no Cinema Charlot

Poucas terras em Portugal se podem orgulhar de ter uma sala municipal de cinema a funcionar sete dias por semana. Setúbal é uma dessas terras. A reabertura do Cinema Charlot, sete meses após o seu encerramento para obras, é uma boa notícia para os cinéfilos e para a vida cultural da cidade e da região.

O Cinema Charlot não é um vulgar cinema. E porquê?

Em primeiro lugar, sendo propriedade da Câmara Municipal de Setúbal, que assegura a sua gestão e funcionamento, a sua programação regular resulta de uma parceria com a associação cultural FESTROIA, entidade que há mais de duas décadas organiza o FESTROIA Festival Internacional de Cinema, nascido em Troia mas que, desde 1995, está sediado em Setúbal.

Em segundo, porque é uma sala de cinema que não está integrada numa grande superfície comercial – como é agora norma – antes se localizando numa importante zona residencial da cidade de Setúbal, entre duas importantes escolas secundárias, a E.S. Bocage e a E.S. Sebastião da Gama. Um género de sala de que já na restam muitas.

Em terceiro lugar, porque o facto de não ser uma sala de exploração comercial lhe permite exibir uma programação em que é possível atender a critérios de qualidade e de diversidade de produção; programando filmografias europeias, por exemplo. Acrescente-se ainda que é também um equipamento cultural que permite outras utilizações para além da exibição cinematográfica: reuniões, congressos e outras sessões, etc, e que, ao longo dos anos, tem servido para inúmeras actividades.

O funcionamento de uma sala desta natureza representa um considerável investimento: os custos com pessoal de apoio, os custos com os equipamentos, a manutenção, a conservação. Um investimento que, deve ficar claro, não tem reprodução financeira. Também não seria isso que se esperaria de um programa municipal – embora a viabilidade financeira deva constituir uma preocupação. Mas, e é um facto, a iniciativa privada está, em Setúbal, limitada às quatro salas existentes no centro comercial Jumbo. O que é manifestamente pouco para um concelho com uma população estimada em 125.000 habitantes (em 2008), limitação que propicia a deslocação a outras salas (em fóruns comerciais) de concelhos vizinhos, nomeadamente Almada e Montijo. Sem a sala municipal a situação seria bem mais grave e deficitária para o público.

É preciso recuar a 1998 para situar o inicio da nova vida do Cinema Charlot. Após alguns anos de exploração comercial privada (Lusomundo) ao longo da década de oitenta, o original Cinema Charlot fechou as suas portas, acompanhando um amplo movimento de fecho de salas ocorrido por todo o país. Recorde-se que a Setúbal dos anos setenta/oitenta do século passado viu encerrar salas como o Grande Salão Recreio do Povo, Casino Setubalense, Cinema Júpiter, Cinema do Centro Comercial Bocage  – todas elas mais ou menos contemporâneas do Cinema Charlot.

Foi num contexto de quase inexistência de salas de cinema em Setúbal – que, aliás, se mantém até aos dias de hoje – que a Câmara sadina decidiu, por unanimidade, adquirir a sala, que então se encontrava encerrada havia anos. Estávamos em 1998 e era presidente da autarquia o socialista M. Mata de Cáceres. Após um conjunto de obras que tornaram a sala num espaço agradável e acolhedor, a sala viria a ser inaugurada em 31 de Maio de 2000, funcionando desde então ininterruptamente sob responsabilidade do Município. As surpresas estavam reservadas para pouco depois da inauguração com as primeiras chuvas fortes, quando coincidentes com marés cheias. Rapidamente se percebeu os graves problemas de drenagem de águas pluviais que envolviam o edifício e que viriam a estar na origem das dezenas de inundações que ao longo dos anos viriam a degradar a sala.

Mas, apesar de todas as deficiências e dificuldades, a sala viria a inscrever-se nos hábitos de todos os que gostam de ver cinema exibido em tela grande, ultrapassando os duzentos mil espectadores em 2008. Em resultado da sua programação e das ligações internacionais da Associação FESTROIA, o Cinema Charlot viria a ser incluído em redes internacionais de cinemas, a Europa Cinemas (uma estrutura financiada pelo programa MEDIA e pelo Centre National de la Cinématograhie) e a CICAE – Confederação Internacional dos Cinemas de Arte e Ensaio.

Sucessivas administrações municipais entenderam a importância deste equipamento municipal para o concelho viabilizando o seu funcionamento, mas foi a actual gerência do Município que, quase onze anos após abertura da sala sob gestão municipal, avançou com uma importante intervenção. Nomeadamente no domínio hidráulico, mas que permitiu também a renovação de diversos outros aspectos, como as exigências de segurança, climatização, os pisos, o revestimento de paredes, instalações para cidadãos com mobilidade reduzida, foyer, arranjo exterior. Mas em que ficam ainda a faltar alguns investimentos – nomeadamente a evolução para a exibição digital, que se espera possa vir a ser concretizada oportunamente.

É ousada a aposta municipal numa sala dedicada ao cinema. Não se sabe qual será a evolução do público de cinema num futuro próximo mas são conhecidas as dificuldades presentes: o cinema disputa públicos que tem à sua disposição múltiplas ofertas de conteúdos (canais temáticos, internet, outros suportes); uma industria de exibição que evolui rapidamente para outros padrões tecnológicos (digital, 3D); espaços de cinema inseridos nas grandes áreas comerciais de multi-consumo e que dispõem de facilidades como o estacionamento.

Mas uma sala como o Cinema Charlot, pelo seu carácter alternativo, é uma preciosidade que todos devemos contribuir para manter. E é com espectadores que os cinemas funcionam.

Nota

O Cinema Charlot voltou a abrir as suas portas ao público no passado dia 13 de Maio, para exibição do Concurso Curtas Sadinas.

Standard

One thought on “Setúbal regressa ao “Charlot”

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s