Internacional

O júbilo da morte

As reacções de júbilo ao assassinato de Bin Laden por forças especiais do exército americano fizeram-me lembrar a célebre frase franquista “Viva la muerte” pronunciada por Milán Astray perante Miguel de Unamuno, na celebrações do dia da raça, na Universidade de Salamanca, em 1936. Ainda que não pareça, dos que rejubilaram com a morte de Bin Laden nas ruas de Nova Iorque e Washington poucos se recordarão de Astray, mas muitos recordarão, porém, Unamuno. Mas não dos seus ensinamentos…

Unamuno teve de recordar ao general Milan Astray que tal frase, pronunciada numa universidade, um “templo de saber” de que ele, Unamuno, era o principal guardião, constituía um “paradoxo ridículo e repelente” e não hesitou em classificar o militar franquista como um “inválido” de guerra, tal como Cervantes foi, mas sem a “grandiosidade espiritual do poeta”.

Na morte de um criminoso como Bin Laden é fácil manifestar júbilo nas ruas; é fácil justificar a morte brutal sem direito a julgamento porque Bin Laden foi responsável pelo mais horrendo atentado terrorista de que há memória. Sem dúvida que não pode haver perdão para Bin Laden e seus seguidores. Mas não pode também haver perdão para os que ignoraram que o primado da aplicação da justiça por um terceiro imparcial tenha sido tão flagrantemente violado. Faltou-lhes a “grandiosidade espiritual” de que falava Unamuno. A grandiosidade que não faltou depois da II Guerra Mundial às forças aliadas e permitiu  julgamento dos criminosos de guerra nazis em Nuremberga.

O mundo mudou, de facto. Mas, ao contrário do que se poderia esperar, está a evoluir mais no sentido do que também Astráy gritou a Unamuno depois de admoestado pelo filósofo: “murte a la inteligência!”

A arrogância americana está a matar a inteligência de gente como Durão Barroso, um dos que reagiu com júbilo à execução de Bin Laden pelos americanos. Provavelmente, será um dos que rejubilará com a eventual morte de Kadhaffi, ainda que já tenha partilhado com ele algumas infusões numa tenda montada no deserto…

Anúncios
Standard

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s