Política

Uma República dos Ananases

Armando Vara recebeu do BCP, 822 000 euros, correspondentes ao salário de um ano 260 000 euros, mais o que receberia se cumprisse o mandato 562 000 euros.
Recebeu-os sem mexer uma palha, sentadinho em casa a tirar macacos do nariz. Aliás, pelo que disse numa entrevista a Judite de Sousa quando foi constituído arguido no caso Face Oculta, o essencial do seu trabalho eram almoçaradas e jantaradas em que se decidem créditos e débitos bem comidos e bem regados, ainda por cima pagos por outrem ou pelo banco em que lhe chamavam senhor administrador. Seria um espectáculo inesquecível obter gravações cinematográficas do dia-a-dia do sujeito. Só as das horas de trabalho, nada de violar a privacidade, nem sequer ver os registos das entregas de caixas de robalos.

À sombra da bananeira Armando Vara recebe, por mês, 68 500 euros (822 000/12 meses) o equivalente a:

1- Pagar o ordenado de 920 trabalhadores ou durante um ano o salário a 76 trabalhadores – salário médio nacional em 2010 – 894 euros
2- A pagar  a 1731 trabalhadores durante um mês ou, durante um ano, a 144 trabalhadores que recebem o ordenado mínimo 475 euros/mês e que já são perto de meio milhão.
3- Praticamente o que o estado irá arrecadar em 2011 com os cortes salariais e que está calculado pouco mais que um milhão de euros.
4- Considerando que as PME em Portugal, 99,2% das 150 mil empresas em actividade, empregam uma média de 6,2 trabalhadores, se aceitarmos que o ordenado médio geral é a média entre o ordenado mínimo e o ordenado médio nacionais, 684,5 euros, Armando Vara recebeu o equivalente ao custo dos ordenados mensais de quase duas empresas, durante um ano

5-  4 322 Bolsa de Estudo durante um ano nas Universidades

Um gajo que é arguido num caso de corrupção por tráfico de influências, que já tinha andado metido noutras tramóias que obrigaram o então Presidente da República, Jorge Sampaio a intervir forçando a sua demissão de secretário de estado, que fez uma licenciatura turbo em ciências para-mágicas na célebre Universidade Independente, cinco dias antes de tomar posse como administrador da CGD, que antes de se licenciar tinha acabado uma pós-graduação, sem fazer nenhum recebe de mão beijada 822 mil euros de um banco que, como os outros, continua a beneficiar de tratamento fiscal de favor.

É assim que se esbanja o dinheiro em Portugal!

É esta gente a elite nacional que gravita nas órbitas dos partidos do arco governativo.

Isto só não é uma república das bananas porque estamos na Europa e na Comunidade Europeia. Somo uma República dos Ananases que sempre é uma fruta mais luxuosa.

Standard

Comente aqui. Os comentários são moderados por opção dos editores do blogue.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s